Buscar
  • Helton de Santana

Eu quase desisti por causa de dores

Poucos alunos sabem disso, mas eu sentia tanta dores nas costas e meu corpo estava tão desajustado que eu pensei seriamente em mudar o meu propósito de vida. Afinal, como eu poderia ensinar sobre qualidade de vida se sentia tanto desconforto físico?

Aos 30 anos de idade eu deixava de lado uma carreira em ascensão na área de vendas e me formava em uma nova profissão, a de instrutor do DeRose Method. Sentia uma pressão enorme sobre os meus ombros para dar certo, para ganhar dinheiro e provar para todo mundo, especialmente para mim mesmo, que eu conseguiria, ao menos, viver com dignidade.

De tanto querer, consegui muitos contratos de aulas. Alguns dias eu dava 8, 9 aulas práticas por dia e para isso acordava antes das 6h e dormia em torno da meia noite. Por mais paradoxal que possa parecer, eu passei a me alimentar muito mal e compensar a falta de sono com café e doces.

Aos poucos essa rotina começou a me distanciar da minha principal motivação para recente mudança: construir um life style alinhado com valores de saúde, bem-estar e diversão. Sem perceber o que estava acontecendo, o corpo fez o papel de me alertar com um método muito eficiente: DORES!

Primeiro usei a estratégia de esperar passar, afinal eu era forte, praticava esporte e treinava ásanas com regularidade. Imaginava que seria questão de tempo... Mas as dores não passaram. Pior: pioraram.

Nessa fase difícil recebi um convite muito especial do meu amigo Gabriel, na época diretor do DeRose Method Santiago no Chile, para dar aulas no Ski Resort Valle Nevado. Olhando para oportunidade, confirmei que falava espanhol, escondi que estava todo torto e disse: - sim, obrigado pelo convite, amigão! Comprei a passagem, calculei o tempo, comecei a estudar o idioma pela primeira vez na vida! Ao mesmo tempo iniciei um tratamento para ficar com a coluna boa. O tratamento era bem caro para mim na época, mas eu encarei com disciplina os 4 meses que antecederam a viagem para ficar "zero bala."

Cheguei ao Chile 75%, ainda com dores. Como era início de temporada de inverno e a neve havia atrasado, eu não subi as montanhas e precisei esperar uma semana na capital Santiago. Graças a esse bendito atraso fiquei hospedado na escola, que também era casa, do meu amigo e da sua querida parceira Valentina.

Além de professor, o Gabi é cheff de cozinha dos bons e um apaixonado por saúde e bem-estar. Os pratos que faziam e que passei a comer, eram bem mais saudáveis do que eu vinha ingerindo no Brasil nos anos anteriores. Somado à mudança alimentar eu também não tinha compromissos em Santiago, acordava sem despertador e dormia cedo. Em quatro dias a associação de descanso físico, emocional leve e uma alimentação saudável, fizeram implodir as dores no corpo. Como a muito tempo não experimentava, senti o corpo, coração e mente funcionando em outro nível. Muitas coisas ficaram claras para mim.

Naquele fim de semana seguinte descemos à praia e surfei! Não desfrutava disso há 6 meses por conta do estado físico que me encontrava, e além disso, pude voltar a praticar as técnicas do DeRose Method com mais regularidade. Logo começou a nevar e comecei a dar aulas no Resort. Lá fiz snowboard diariamente por 10 dias entre 9h e 17h. Você pode imaginar minha satisfação com tudo isso? Eu estava de volta! Muita endorfina e adrenalina, foi uma catarse!

Com essa experiência entendi a importância dos ajustes na alimentação e na rotina, além do poder que uma fase de detox físico, emocional e mental tem para uma vida com qualidade e performance.

Depois dessa fase, além de manter os melhores hábitos re-incorporados, passei a estudar muito sobre o assunto e adotar uma semana por ano de cuidados focados e conscientes com o corpo, coração e mente para tudo ficar melhor.

Eu gastei muita grana, perdi muito tempo, senti muitas dores e quase desisti do estilo de vida que amo e eu não quero que isso aconteça mais comigo e, com quem eu puder, quero contribuir para que não aconteça também. Hoje eu sei como fazer e o quão importante é para o aumento da lucidez, preservação da saúde e construção de felicidade esse tipo de “período de manutenção”. Senti que deveria compartilhar minha experiência para que mais pessoas não pensassem em desistir, que tivessem a vitalidade, leveza e foco para continuar a buscar e desfrutar de seus sonhos. Foi essa experiência de dor e superação que me motivou a organizar um curso sobre o assunto. Estudei e testei em mim até organizar um método eficiente que passei a chamar de “Detox - Físico, Emocional e Mental”.

Eu quase desisti, mas dar um tempo e desintoxicar fez tudo mudar para sempre. .

Caso queira saber mais sobre o curso que iniciará na sexta-feira, dia 28/2, clique no link: Detox - Físico, Emocional e Mental


0 visualização
CONTATO
  • whats
  • instagram
  • Preto Ícone LinkedIn

E-mail:

helton.santana@derosemethod.org 

 

Cel/Whats:

(48) 9845-1116

© 2019 by fran bitten